MARADONA, ALMA DA NOSSA GENTE


Por: Alberto Souza.


Maradona, como Fidel, Chávez..., é América

Latina, a América - povo: sentimento, emoção e razão.


Com seu jeito próprio de amar e ser rebelado - contra séculos de pisões e mortes, contra uma minoria de veias secas, de pele de cascas de pedra, de rosto metálico, de armas de monstros - no campo driblava o amigo, companheiro de mesmas periferias segregadas;

fora do gramado, drible aos inimigos de sua gente local e continental.


Não é um deus, é apenas filho do povo argentino - de quem criou Guevara - entregando- o a cada um de nós, da Patagônia ao México, por um mundo sem misérias de corpos e almas.


Foi-se de corpo, de ida precoce, mas fica por tempos indeterminados para povos em batalhas por um mundo sem donos, sem impérios, sem escravidões.


Alberto Souza -Ex-vereador/sbc, militante dos movimentos sociais e Direitos Humanos.

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

@ 2020 ABC DA LUTA 

OS TEXTOS PUBLICADOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DOS AUTORES