top of page

O Barbeiro demoníaco e os canibais de Garanhuns


Hoje eu estava revendo o caso dos canibais de Garanhuns. Foi um caso horripilante e que deixou várias famílias em dor. Incrível também é a semelhança com a história do barbeiro demoníaco, interessante, né?


A um certo ponto da matéria, uma das participantes dos crimes, narra e descreve como foi a morte de uma das vítimas. O líder dos crimes tinha delírios religiosos, então pra ele, era um ritual mágico-religioso, a intenção seria diminuir a superpopulação do mundo (olha quanta preocupação com o mundo 😶😐) e ao mesmo tempo, purificar a vítima. O fato de comer a carne era pra evitar que apodrecesse e dessa maneira tornar a vítima um ser puro 🤦🏻‍♀️.


Por isso, na verdade, eles estavam fazendo um enorme favor às vítimas, elas foram escolhidas por Deus para esse ato sagrado!!


A descrição que a criminosa faz do ato é bem semelhante ao ato de sacrificar animais nas religiões. Fala-se palavras mágicas, de adoração a Deus e enquanto isso, passa-se a faca na garganta da vítima e deixa o sangue escorrer. Depois vai esquartejando o cadáver, tirando pele, penas, pelos. E já vai desossando, separando a carne e congelando-a para posterior consumo. E assim, ficam todos felizes por mais um ato de sacrificar alguém que não foi consultado se queria dar sua vida à crença dos outros.


A vida dos animais não vale menos que a nossa. E assim como os animais são traídos e enganados, essas pessoas também foram. Elas eram atraídas para o local com promessas de emprego. Os animais são criados e alimentados para este fim. E da mesma forma, os religiosos (as) que praticam isso também acham super normal e que o animal teve uma vida nababesca e que ele nem sente o corte . É cinismo demais!!


Infelizmente o ser humano é essa coisa abjeta e pavorosa


Meu nome é Elaine, sou profa da área de Letras, trabalho na EE Célio Luiz Negrini, vegana por compaixão aos animais, militante da causa animal

224 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page