Não há liberdade em Cuba (?)


Por:Prof. Chico Gretter.


Não há liberdade em Cuba, dizem os neoliberais, reacionários e fascistas! Mas de qual LIBERDADE falamos? O conceito de "liberdade" no Socialismo é muito diferente do conceito burguês (liberal-capitalista) de "liberdade"! O primeiro enfatiza o coletivo, o segundo o individual; o primeiro pode levar ao autoritarismo, o segundo pode levar ao individualismo! O engraçado é que os liberais-capitalistas partem de um dado no mínimo questionável: toda sociedade liberal-capitalista garante, a priori, a liberdade! Todavia, nem sempre a liberdade formal se realiza na prática, nem sempre é real.


Perguntamos que liberdade há nas sociedades capitalistas liberais-capitalistas, mas com regimes ditatoriais que existiram e existem no mundo? Havia liberdade na sociedade capitalista totalitária da Alemanha nazista, da Itália fascista, na ditadura Espanhola de Franco ou na ditadura salazarista de Portugal durante o século XX? As grandes maiorias exploradas das periferias do sistema capitalista são mais livres do que os pobres da sociedade socialista cubana? Os negros pobres norte-americanos ou os latinos são mais livres do que os latinos e negros pobres cubanos? Quem é mais livre? Os brasileiros das periferias são mais livres do que os chineses ou iranianos? Os nossos pobres das favelas e morros são mais livres do que os negros da sociedade capitalista da África do Sul, novamente em guerra? Os empobrecidos do Haiti, dominados por gangues e pela miséria, são mais livres do que o povo cubano? Os pobres venezuelanos são mais livres do que os pobres colombianos ou paraguaios, bolivianos, argentinos? E todos esses países possuem uma economia liberal capitalista e a maioria têm um regime “democrático” formal em suas constituições liberais. Mas na prática...


Quando a maior potência mundial (ainda) - os USA - acabar com o bloqueio econômico/político/ideológico sobre Cuba, imposto há mais de 50 anos, aí sim poderemos falar em Liberdade, em soberania dos povos, em Democracia! Os USA não são os xerifes do mundo, mas sempre se portaram como tais, principalmente em relação aos países da América Latina, inclusive financiando golpes e ditaduras civis-militares pelo continente em nome de um suposto "mundo livre". Engano. Dominação, exploração.


Basta desse famigerado "complexo de vira-lata" que provoca soluços e diarreias nos brasileiros coxinhas da elite do atraso e de grande parte de uma "classe mérdia" submissa, preconceituosa e vassala! LIBERDADE não é uma "calça velha, azul e desbotada", como propagandeava a empresa LEE nos anos 70/80 enquanto nossos jovens estudantes e trabalhadores eram torturados nos porões na ditadura civil-militar. LIBERDADE é coisa séria, senhores neoliberais de meia tigela e reacionários de quinta categoria. E não usem o nome de Deus para se esconderem por detrás de suas falácias e práticas pouco cristãs e pouco republicanas de gerir o mercado e explorar os pobres e ingênuos! Parem de brincar com a miséria do povo, seja em Cuba, no Haiti, nos EUA ou aqui no "paraíso" da Terra de Santa Cruz! Vocês não têm moral nenhuma para falar de Liberdade para o povo cubano. Quanto ao Brasil, senhores patriotas, ainda precisamos caminhar muito para que a maioria de nosso povo seja realmente livre e soberano. Infelizmente estamos vendo um movimento contrário desde que Bolsonaro foi eleito, estamos presenciando um retrocesso em várias áreas de nossa sociedade. A nossa frágil democracia está sendo ameaçada por grupos autoritários que apoiam este (des) governo.


Basta de hipocrisia, enganação e mentiras!


São Paulo, 15/07/2021 - Prof. Chico Gretter - filósofo - diretor da APROFFESP

121 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo