top of page

Torcer para a Argentina!



Valdenir Abel dos Santos***


Amigos, o que eu quero dizer é que torcer pela Argentina é um dever moral, porque o Maradona amava o Lula, nunca se negou a defendê-lo, mas isto ainda é pouco, pois ele adorava e defendia Cuba de Fidel e o próprio Fidel! E, ainda defendeu Hugo Chaves e a sua revolução bolivariana!


Mas, veja, se fosse só isso, já estava muito bom, porém ele ainda tornou-se uma grande referência para o seu sucessor no futebol: nada mais, nada menos que o Messi.


Este, em todos momentos decisivos da política faz questão de apoiar o Lula, inclusive agora nesta campanha contra o Boso! Ora, tudo é bom demais, mas, os argentinos ainda foram além no seu amor por um Brasil justo e solidário, pois quando o Lula estava preso, o atual presidente da Argentina Alberto Fernandez anunciou em plena campanha à presidência da República que ele estava com Lula (mesmo este ainda se encontrando preso). Mas, ainda fez mais, depois de eleito visitou Lula na cadeia, e agora, depois que o Lula ganhou as eleições, ele foi o primeiro presidente ( em exercício) a vir aqui ao Brasil cumprimentá-lo presencialmente.


É bem verdade que o ex-Presidente Mojica, do Uruguai, também tem o mesmo apreço pelo Brasil e o Lula, mas, o Alberto está em Plena função.

Ora, só estes fatos já seriam o bastante para torcermos pela seleção Argentina como se fosse a nossa.


Entretanto, temos um jogador aqui no Brasil, que deveria ter um comportamento totalmente avesso ao que tem hoje. É bom lembrar que o Neymar vem de um lugar considerado suburbano, e, de uma família de poucas posses, mas, agora que ele está bem de vida, faz questão de esquecer,- a origem que teve, e, passou a apoiar o candidato dos ricos, se achando um deles.


Sou santista de carteirinha, e sabemos que o Neymar é um dos frutos deste time, mas, se mostrou a longo do tempo que é um fruto podre, e o pior, daninho para toda a sociedade brasileira. Um péssimo exemplo para toda a nossa juventude! E, se o Brasil ganhar a Copa do Mundo, com ele em campo, este se tornará um exemplo maligno, péssimo e negativo para os jovens do mundo todo! Sinto pelo Tite, que se colocou numa posição diametralmente oposta a dele! Por isso, torcer pela Argentina torna-se um dever moral, um imperativo categórico! Ou seja, um dever ético moral!


Fez questão de apoiar o candidato dos ricos na televisão, fez várias intervenções, tentando fazer pender as eleições para o lado dos ricos, e aumentar o sofrimento do povo pobre, e ainda, com tudo isso, achar, que eu vou torcer para uma seleção na qual ele jogue! Mas, nem amarrado e sob tortura.


Não esqueça, Neymar é Macunaíma, um herói sem caráter, pois, esta seleção, com Neymar ganhar a Copa do Mundo, será um exemplo muito ruim para os jovens do Brasil e do mundo. Vai ser um exemplo de solidariedade zero.


Agora vamos pensar em termos kantiano: você se lembra da máxima moral dele: “age de tal modo ou forma que o teu exemplo possa se tornar-se referência ou modelo para o mundo todo!”.


De acordo com este Imperativo Categórico se estiver de acordo com o modelo de ação do Neymar, para o mundo, estaremos errando, pois o egoísmo não nos leva a lugar algum, e, se torcendo para a Seleção Brasileira também, pois nela o Neymar é o centro das atenções!.


Agora veja, a Seleção Argentina, em cujo centro está o Messi, podemos observar que sua atuação está em acordo com imperativo categórico kantiano, e, merece por isto, todo o nosso apoio. Ou seja, concluindo, a Seleção verdadeiramente brasileira é a Argentina, porque esta que está aí não nos representa, em nenhum sentido, já aquela Seleção de oitenta e dois em cujo centro estava o Sócrates era tudo de bom e mais um pouco!


Vamos lá Argentina Campeã!



Valdenir Abel dos Santos -Professor de filosofia e história na EE professora Yolanda Ascencio - SCSUL. Associado ao sindicato dos professores- APEOESP- e membro da Diretoria da Associação dos Professores de Filosofia do Brasil - APROFFIB .

398 visualizações4 comentários

Posts recentes

Ver tudo

4 Comments


Não vou torcer para a Argentina!

Agradeço o apoio que os Argentinos têm dado ao Lula e sinto pela falta de caráter do Neymar, mas não vou torcer contra o meu país.

O Tite tem demonstrado que não apoia esse desgoverno desse ser abjeto. O Neymar não é a seleção e o Boçalnaro não é o Brasil.

Like

naoperes
naoperes
Nov 12, 2022

Sinceramente? Não entendo nada de futebol! Sou palmeirense por herança paterna e pra me contrapor a toda família que é corintiana. Mas, nessa Copa, se eu não aderir ao boicote, por um ato político, estou contigo companheiro! Sem falar que o Maradona foi muito mais honrado que o Pelé! Pronto, falei...

Like

Demétrius Marx
Demétrius Marx
Nov 12, 2022

Discordo totalmente,a opinião política do atleta nada tem a ver,me recorda a velha esquerda que chamava o futebol de ópio do povo.Se assim fosse sempre torceriamos contra a seleção pois o Pelé tinha proximidade com o regime militar.O zico sempre foi de direita,por isso vamos falar que o time de 1982 foi péssimo? A seleção de 2002 foi protagonizada por rivaldo,Ronaldinho e ronalducho, todos de direita, por isso vamos odiar a seleção de 2002? Entretanto sabemos que a camisa amarela foi apropriada pelos fascistas.Nessa copa não usaremos o verde e amarelo,nem por isso torceremos contra

Like

Chico Greter
Chico Greter
Nov 12, 2022

Meu amigo, nesta copa certamente não vou torcer pro Neymar e nem pra seleção; mas daí a torcer para a Argentina, nada a ver!

Like
bottom of page