Tocando na ferida: Marx e Nietzsche

Atualizado: há 4 dias



Tocando na ferida: Marx e Nietzsche: ponto em comum !?

Há profundas diferenças entre Marx e Nietzsche no que se refere às questões da injustiça social e de como superá-las. Mas para ambos está claro que a religião pode alienar, pode tornar os homens escravos e fracos, pode nos nivelar por baixo e nos fazer viver (sobreviver) no consolo de um "reino" que não é deste mundo! 

Muito da solidariedade e caridade cristãs e outras, caso sejam mero assistencialismo, mais escraviza os necessitados do que liberta! Eles acabam aceitando e se acostumando à miséria a que são submetidos pelo sistema injusto e explorador. 

 O caridoso solidário acaba amenizando a dor das feridas, mas não resolve suas causas ou quem as provoca. Assim também os "bolsa-família" ou renda-Brasil"...e a religião, como ideologia e negócio de padres e pastores inescrupulosos, é usada para iludir, enganar e ser o consolo dos sofredores, necessitados, excluídos,  converte-se em fuga da luta pela vida no sentido de mudar as situações que provocam as injustiças!

 O assistencialismo e o paternalismo reproduzem a escravidão! Miseráveis não fazem revoluções! 

São Paulo,  30/08/2020 

 Prof. Chico Gretter - Filósofo, mestre em Filosofia e História da Educação

37 visualizações

@ 2020 ABC DA LUTA 

OS TEXTOS PUBLICADOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DOS AUTORES