Escola Pedra de Carvalho RESISTE!




Contra o fim da Escola Estadual Pedra de Carvalho*


Fomos informados que a Escola Estadual Pedra de Carvalho deixará de existir a partir do final de 2021.

Muitos professore/as, aluno/as e ex-alunos ainda estão impactados com essa triste notícia.


A Escola Pedra é marcante em nossas vidas, pois para além de um simples prédio, ela significa espaço afetivo de convivência, relações e memórias que guardamos ao longo de nossa história.

Neste centenário de nascimento de Paulo Freire, nunca é demais relembrar que: A Escola é ... o lugar que se faz amigos. Não se trata só de prédios, salas, quadros, Programas, horários, conceitos...

Escola é sobretudo, gente Gente que trabalha, que estuda Que alegra, se conhece, se estima.

O Diretor é gente, O coordenador é gente, O professor é gente, O aluno é gente, Cada funcionário é gente.

E a escola será cada vez melhor Na medida em que cada um se comporte Como colega, amigo, irmão. Nada de “ilha cercada de gente por todos os lados” Nada de conviver com as pessoas e depois, Descobrir que não tem amizade a ninguém. Nada de ser como tijolo que forma a parede, Indiferente, frio, só. Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar, É também criar laços de amizade, É criar ambiente de camaradagem, É conviver, é se “amarrar nela”! Ora é lógico... Numa escola assim vai ser fácil!Estudar, trabalhar, crescer, Fazer amigos, educar-se, ser feliz. É por aqui que podemos começar a melhorar o mundo. (Paulo Freire)

Os que tramam em fechar a escola Pedra de Carvalho não entenderam ainda


o significado simbólico de uma escola.

Segundo relato manifesto publicado nas redes sociais, "somos a comunidade escolar da Escola Estadual Professora Pedra de Carvalho. Hoje 17/09/2021 os professores foram informados que a prefeitura requisitou o prédio e o Estado cedeu.

A Pedra é uma escola viva. Tem 28 turmas e quase 2 mil alunos matriculados e rematriculados para 2022, todos interessados em continuar seus estudos nesta escola. Por isso pedimos seu apoio.

O prefeito não veio ouvir os mais interessados.

O Estado nos abandonou à própria sorte.

É momento de união de toda a comunidade da escola Pedra.

Somos muitas gerações de estudantes e professores que AMAMOS esta escola que não é apenas um prédio, é o nosso espaço de escrita das trajetórias de muitas vidas.

Lutaremos pelos que estão hoje na Pedra e em nome daqueles que já passaram por aqui.

A Escola Pedra de Carvalho RESISTE!"

Lecionei por vários anos nesta unidade escolar, formamos milhares de alunos/as para os desafios da vida e para o mercado de trabalho e, concomitantemente, estabelecemos laços afetivos que não podem ser rompidos por decisões frias dos governantes que não respeitam a história, a memória e relações afetivas e marcantes em todas nossas vidas.

Na escola também aprendemos como lutar pelos nossos direitos, pelos espaços coletivos, pois a Educação faz a Lei.

Chamamos todos e todas para resistir e convencer as autoridades que a memória também é revolucionária e que ninguém está autorizado a tentar desconstruir nossos nobres sentimentos que os poderosos tentam transformar em permanente mercadoria.


Lutas, sonhos e rebeldias que seguem!.


Aldo Santos. Professor de filosofia no Cursinho Passo a Frente e diretor do Sindicato dos Professores(Apeosp/sbc)


Obs. Não basta apenas curtir e reclamar, é precisa compartilhar e participar!

1,024 visualizações18 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Caos...