top of page

CONQUISTAR URGENTEMENTE OS VOTOS NAS RUAS, REDES SOCIAIS E A VITÓRIA NAS URNAS.

Atualizado: 26 de set. de 2022


Aldo dos Santos***


Tenho feito panfletagem nas ruas, portas de escolas, nos bairros e observamos profunda mudança na forma e conteúdo das campanha.

A direita disputando entre si a visibilidade de seus candidatos/as e o setor de esquerda aparentemente acuados e por vezes aparecem nas várias modalidades das redes sociais como tábua de salvação.


Constatamos que continua a compra de votos dos pobres espoliado da sociedade capitalista, o balcão de negócios próprio do poder eleitoral burguês e a esquerda aquém de suas possibilidades e potencialidades.


Poucos militantes nas ruas e muitas incertezas no imaginário popular sobre o resultado desta que é a mais significativa eleição do início deste século.


O bolsonarismo está consolidado e certamente não será extirpado apenas pelo voto nas eleições , pois o embate de classe passa pelo processo eleitoral mas não se esgota ou se limita a esta prioritária agenda no campo burgues..


Entendemos que as atividades presenciais são determinantes até mesmo na produção de imagens a serem utilizadas nas redes sociais. Sair da bolha é atender o chamado das ruas que expressam o comportamento e posicionamento politico dos mais variados estratos sociais.Sair da bolha significa visitar os bairros, os amigos e até adversários, neste e em todos os momentos da luta de classe.


É preciso inteligência para vencer uma eleição, disputando corações e mentes dentro e para além dos limites da imposição burguesa, fundamentalmente, pedindo voto na pluralidade da composição da chapa eleitoral, visto que o antipetismo eleitoral de direita não pode contaminar e prejudicar os avanços dos propósitos táticos e estratégicos da esquerda.


Nas eleições, muito para além dos votos, devemos aproveitar o momento para politizar o processo eleitoral, introduzindo fragmentos e leituras dos clássicos da nossa classe, para que saiamos fortalecidos para darmos continuidade na mudança no mundo mudado.


Certamente não teremos apenas o primeiro turno, visto que os ataques do ódio de classe vão persistir e os embates serão intensos, exigindo novos e permanentes enfrentamentos para garantir o voto, a posse, as barreiras contra a posse e a governabilidade popular.


Lutar, conquistar votos e vencer é preciso!


Aldo dos Santos - Militante da Filosofia Revolucionária.

402 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page