Desabrigados ou desalentados: caridade, amor e hipocrisia


Professor :Chico Gretter.



Os que acolhem os pobres e desabrigados cumprem o Dever moral fundado na Ética judaica, cristã, islâmica, budista ou de qualquer religião! Já os que lutam para suprimir as desigualdades sociais e a opressão são geralmente chamados ou xingados de "comunistas". De qualquer forma, todos os que querem mudar/transformar a realidade são afrontados e perseguidos pelos que querem manter a sempre e mesma sociedade injusta, desigual e violenta/opressora dos mais pobres e dos que querem uma sociedade diferente, mais humana, mais solidária.

Mais difícil do que combater a miséria e a fome que aumentam no Brasil e no mundo é suportar a miséria moral da hipocrisia dos que faturam até em cima dos oprimidos e desabrigados! Hoje terei de ver na TV aberta mais algumas reportagens da grande mídia neoliberal mostrando, de forma sensacionalista, o óbvio: há pobres nas ruas passando frio e fome; há favelados, até crianças, morrendo com balas perdidas, fruto da guerrilha urbana com traficantes, policiais e milicianos como protagonistas de um faroeste não caboclo.

Tudo parece normal no “reino da Dinamarca” em que se transformou a democracia brasileira, cujo próprio presidente eleito a envergonha e ataca todos os dias, em seu delírio tremens incontrolável e tresloucado.

Mas voltando aos desabrigados, vamos ajudar, doemos um agasalho, um quilo de macarrão, arroz, feijão ou um prato de sopa. Temos de garantir o nosso cantinho no céu do Criador ou uma passagem mais rápida pelo purgatório! Todavia, não nos esqueçamos que o mesmo Mestre que disse "Bem-aventurados os mansos que acolhem os pobres" é também Aquele que faz uma firme admoestação: "Ai de vós fariseus hipócritas"! Amém!


São Paulo, 23/07/2021


Chico Gretter, filósofo, diretor da APROFFESP

105 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo