top of page

Venha participar do ato em São Bernardo contra o massacre na Palestina.


>Neste sábado 27/04/2024, às 9 horas na Praça Lauro Gomes.. ***

Palestina livre

Cessar fogo imediato e definitivo

Fim do genocídio


Em todo mundo milhões de pessoas estão protestando contra o genocídio que o governo sionista de Israel vem praticando contra os palestinos. Mas os governos da Europa, EUA e outros países permanecem calados e insensíveis. E apoiando com munições e recursos o massacre. Aqui no ABC vamos fazendo a nossa parte na defesa desse povo sofrido e resistente. Exemplo para o mundo.

Já são mais de 32 mil mortos, a maior parte mulheres e crianças , segundo o Ministério da Saúde de Gaza. Mais de 75 mil feridos e cerca de 8 mil desaparecidos sob os escombros das casas e edifícios destruídos pelos bombardeios de Israel . Agora ,órgão das Nações Unidas alertou sobre a morte pela fome de 300 mil pessoas no norte e Gaza pelo bloqueio imposto por Israel. Violência sem limites.


Médicos e jornalistas também são vítimas, Mais de 100 jornalistas palestinos foram assassinados por Israel.

O ataque de Israel contra a embaixada do Irã na Síria é mais uma das arbitrariedades praticadas pelo governo de Israel que se acha no direito de atacar quem bem entende, colocando o mundo, de forma irresponsável, à beira de uma terceira guerra.


 As ambições econômicas, ódios racistas, colonialistas e étnicos mantêm populações subjugadas. Na Palestina, o povo busca sobreviver quase sem água, sem comida, sem combustível, sem energia elétrica, condições básicas para a vida dos seres humanos


Crianças palestinas esqueléticas, com fome e desnutrição aparecem rodos os dias nas redes sociais e imprensa. Mulheres dão à luz no chão, em meio a bombardeios. Crianças, homens e mulheres feridos por tiros ou bombardeios impiedosos são tratados sem anestesia, pois já não há medicamentos. Israel os destruiu ou não permite que entrem em em Gaza.


Não bastasse tudo isso, dois governadores, Tarcísio de Freitas (SP) e Ronaldo Caiado (GO) ainda visitaram o primeiro- ministro Netanyahu e realizaram reuniões para aquisição de sistemas de repressão. E a matança no Estado de São Paulo vai avançando.

 Além do cessar fogo, o Brasil tem que romper todas as relações e acordos comerciais com Israel, junto com outros países, como única forma de cessar fogo Para não haver contradição com as declarações do presidente Lula de que Israel pratica um genocídio.


Judeus e palestinos podem viver em harmonia como era antes da criação do Estado de Israel em 1948.


Chega de genocídio. Queremos paz.

Comitê Regional Unificado do ABC em Defesa da Palestina


Apoio e organização:


FEPAL-Federação Árabe Palestina

Frente Palestina

Regional ABC do Sindicato dos Jornalistas

Grupo pelas crianças e vítimas da guerra na Palestina

OAB- Comissão de DH de São Bernardo do Campo

Fórum dos ex- presos políticos da ditadura

APEOESP subsede de São Bernardo do Campo

Associação dos Professores de Filosofia e Filósofos/as do Estado de São Paulo-Aproffesp

Associação dos Professores de Filosofia e Filósofos/as do Brasil-Aproffib

Comitê Regional Unificado contra o aumento da Passagem (ABCDMRR)

Sindicato dos Bancários do ABC

Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André

CUT ABC

MST

Sinpro-Sindicato dos Professores do ABC

Aposentados - Sindicato dos Químicos

Diretório Acadêmico UFABC

Comissão de Justiça e Paz do ABC

INDICA Instituto dos Direitos da Criança e do Adolescente

Multicoop-Cooperativa dos Trabalhadores Múltiplos

Manacás-Associaçao Residencial Parque dos Manacás

Demoscrateus-Instituto Demoscrateus do Brasil

Mandato do vereador Ricardo Alvarez de Santo André-Psol

Psol

PT

PCdoB

Evangélicas pela igualdade de gênero

Grupo Fé e Ação

MEL- Federal ABC

MTST

Sindserv-São Bernardo.


Comitê Regional Unificado do ABC em Defesa da Palestina

204 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page