top of page

QUINZENA DO AMOR

Atualizado: 20 de dez. de 2023


Alberto Souza***


Do dia 16 a 31/ 12 todo mundo se ama. Desaparece o ódio. Só declaração de amor, mesmo que as pessoas se odeiem. Até bolsonaristas amam nesta época, mandando palavras bonitas para petistas e até para comunistas.

Quinzena da dissimulação, da hipocrisia universal.

Dia 31 à meia-noite acaba tudo.

Só o amor fica.

Volta o ódio de quem tem ódio.

Caras de beijos viram para lado oposto.


Eu continuo sem amor a fascistas.


Não disfarço.


Alberto Souza. Ex-vereador em sbcampo.

164 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page