Problemas e falta de água na Escola Jorge Rahme.


URGENTE! *...

A Escola Estadual Jorge Rahme localizada no Bairro do Taboão em São Bernardo do Campo, está passando por obras de reforma para adequação de acessibilidade e as condições são de total insalubridade, inclusive já por dois dias seguidos se encontra sem água pra consumo e higienização, tanto dos alunos quanto dos professores, o que tem gerado reclamações tanto de alunos, bem como dos professores.


Inclusive muitos professores estão afastados por licença médica, devido não só as condições insalubres, mas também por conta de contaminação por COVID, tendo relato de duas professoras afastadas por conta disso.


A direção alega que nada pode fazer, pois alega que não tem autonomia pra tomar quaisquer providência e relata que a Dirigente de Ensino da Região está ciente da situação.

O que se supõe é que a preocupação é com o andamento das obras, devido ao cumprimento de contrato e vitrine para as próximas eleições.


Uma obra um tanto quanto suspeita de superfaturamento, coisa bem ao estilo privatista do PSDB, o descaso pra com a comunidade é mais do que evidente. Faz-se um apelo para que os alunos façam denúncias quanto a essa balbúrdia, frequentar aulas no ambiente sem condições mínimas de bem estar é no mínimo humilhante e degradante.


E os banheiros e as estão sem condições de uso. Por favor, alguém precisa nos ajudar.

“Genteee, pelo amor!

Como pode uma mulher na escola das 7 às 17 horas menstruada e usando coletor menstrual SEM ÁGUA!!!

Que situação é essa! Estou indignada... se por volta das 11 horas ainda estivermos assim vou simplesmente escrever desta forma no grupo!!! Ouvindo a britadeira e o pó subindo...

😔 cansada, nervosa, indignada!!

PS: lógico que expus apenas um problema pessoal, mas vale para todas as meninas da escola! (relato)

Relatos encaminhados ao Sindicato dos professores.

250 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo