Posso falar?

Atualizado: 2 de jul.



Para o ABCDALUTA***



Alunos e alunas fazem manifestação para saber sobre a implantação do PEI na Escola Neuza, pois num primeiro momento foi muito tumultuado, faltando esclarecimento na condução do processo.

Alunos do grêmio Estudantil solicitam reunião com a direção para esclarecimentos e os mesmos só foram alcançados graças ao poder de mobilização dos estudantes, de forma pacífica.


A gestão iniciou uma consulta sem os devidos esclarecimentos aos pais e quando os mesmos ficaram sabendo o outro lado das explicações, a escola ferveu em busca dos esclarecimentos que faltavam. Não é possível falar de educação sem os educadores e educandos e a comunidade envolvida.



Quando chegaram nas salas e os professores explicaram o que é a PEI, os pais ficaram transtornados e foram na direção cancelar essa votação, quando chegou no ouvido dos alunos o caso da reunião a escola se tornou um lugar de incertezas porque a diretora sempre evitava falar sobre a PEI, então a diretoria do grêmio decidiu fazer uma reunião com os alunos para discutir sobre isso.


Tudo começou no dia 16 de maio na segunda-feira, depois do lanche fomos para a sala da diretora para solicitar um espaço para a reunião do interesse dos alunos, fomos até lá com a carta documentada(na época os alunos estavam todos com medo do que iria acontecer se a escola se torna-se PEI), ela recusou receber a carta alegando que aquilo era um absurdo.

Então como resposta, no grêmio decidimos organizar uma manifestação pacífica para pedirmos esclarecimento da diretora.





No dia 17 de Maio houve a manifestação no horário após o lanche, onde organizamos todos os alunos no meio do pátio sentados e um porta voz leu o manifestação pedindo os esclarecimento do processo sobre o período integral no Neusa. Sem repostas os alunos ficaram frustrados e permaneceram até o final da aula no pátio, em grupos conversando sobre a PEI.

No final da aula a diretora foi conversar com os gremistas alegando que não tinha nada de mais acontecendo e tentando convencer de que o incidente da reunião só foi um mal entendido, pedimos uma votação justa e então dias depois houve uma segunda votação onde ganhamos e a escola não se tornou PEI.

Essa luta foi muito importante, pois se transformou numa verdadeira aula de cidadania e os alunos/as manifestaram livremente sua vontade sobre o direito a educação.


Parabéns todos e todas por essa importante manifestação!


*Comissão em luta contra a implantação do PEI nas escolas.






41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo