POR LOCKDOWM, AUXÍLIO EMERGENCIAL E VACINA PARA TODOS!

Atualizado: Abr 1


POR LOCKDOWM, AUXÍLIO EMERGENCIAL E VACINA PARA TODOS!



Estamos vivendo uma situação dramática em todo o Brasil. Em São Bernardo não é diferente. A situação é gravíssima: A Covid-19 já matou mais de 300 mil pessoas em todo país, e já ultrapassamos 1700 óbitos na cidade. Todo o ABC se aproxima do colapso do sistema de saúde, com quase 100% dos leitos hospitalares ocupados. Hoje, o Brasil é o epicentro da Covid 19. É o país com o maior número de mortes diárias no mundo, com quase 3 mil pessoas mortas por dia. A situação a que o país chegou é fruto da política genocida do governo Bolsonaro, que nega a gravidade da pandemia e sabota medidas de contenção do vírus. A situação do povo é gravíssima. Dados do Cadastro Único revelam que em São Bernardo tem mais de 43 mil famílias sobrevivendo com renda de até R$ 550,00 por mês, sendo que 27 mil destas famílias vivem com somente R$ 89,00 por pessoa. Segundo levantamento feito pelo Dieese(Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o preço da cesta básica aumentou para R$ 631,46 em São Paulo. A situação é ainda pior para as pessoas que moram em nossa cidade e não tem casa própria, tendo que alugar moradias muitas vezes precárias e sem condições sanitárias. Irresponsavelmente, o Governo Federal cortou o auxílio emergencial em dezembro e não tem feito novas inclusões no Bolsa Família. A crise social jogou milhões de pessoas na miséria, já são mais de 14 milhões de desempregados. Um novo auxílio emergencial foi aprovado após batalha do PSOL e outros partidos de oposição no Congresso, mas o valor de R$150,00 à R$350,00 que Bolsonaro quer pagar não vai garantir as condições mínimas para que a maioria da população consiga se proteger do vírus. As políticas do Governador e da Prefeitura também têm sido insuficientes para diminuir o número de contaminações e proteger a população da doença e da fome. O Prefeito Orlando Morando decretou toque de recolher e proibiu o funcionamento das atividades não essenciais na cidade, mas não ofertou qualquer auxílio para as pessoas ficarem em casa e manterem o distanciamento social. Nós, do PSOL de São Bernardo do Campo, defendemos medidas de distanciamento social para proteger a população do vírus. Por isso, cobramos medidas urgentes do Prefeito e da Câmara de Vereadores. É preciso criar o Auxílio Emergencial Municipal urgentemente. O município tem que garantir que cada família tenha uma renda mínima para sobreviver durante a pandemia. O Auxílio Emergencial Municipal como enfrentamento da pandemia já está sendo pago em muitas cidades brasileiras. Defendemos que seja aprovado em nossa cidade. PELA ABERTURA DO HOSPITAL DO IMASF


O prédio onde funcionava o IMASF (Instituto Municipal de Assistência à Saúde do Funcionalismo) foi desativado para ser transformado em hospital. Até o presente momento, nem o hospital foi inaugurado, nem o IMASF recebeu nova sede. É hora do prefeito e vereadores mostrarem que se preocupam de verdade com a saúde da população. Todos recursos devem ser usados para salvar vidas. Mais de 320 mil brasileiras e brasileiros mortos. BASTA! FORA BOLSONARO! Sustentado por fanáticos que se apoiam em fake news e por políticos corruptos do Centrão, Bolsonaro continua negando a gravidade da pandemia e promovendo uma política que tem como resultado a miséria e a morte do nosso povo. Cortou o auxílio emergencial, não compra vacinas, fala contra máscaras, promove aglomerações, ri e faz pouco caso do luto e da dor do povo brasileiro. O PSOL defende o IMPEACHMENT JÁ do presidente Jair Bolsonaro e sua responsabilização pelo crime de genocídio. FORA BOLSONARO!

EXECUTIVA DO PSOL DE SÃO BERNARDO DO CAMPO.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo