top of page

NEM (Novo Ensino Médio), um fracasso anunciado.

Atualizado: 4 de jul. de 2023


Neuza Peres - Aproffib***



Carlos Pronzato, argentino brasileiro, cineasta, escritor e ativista autônomo, revela com toda clareza, na produção deste documentário, a perversidade que significa para a sociedade em geral e o futuro do país, a implementação deste famigerado Novo Ensino Médio.

É uma obra valiosíssima que vem referendar nossas denúncias. Carlos Pronzato organizou relatos das experiências já vividas em sala de aula pelos professores e alunos; entidades de representação estudantil; sindicatos; pesquisadores e associações que descrevem a realidade constatada a partir da implantação do NEM em São Paulo, em 2021. O nosso Vice presidente da Aproffib, Professor Aldo dos Santos, como liderança em defesa de uma educação pública, humanizadora e de qualidade para os filhos dos trabalhadores fez a nossa representação.

Nós, da APROFFIB - Associação de Professores/as de Filosofia Filósofos/as do Brasil, temos feito uma luta incessante pela Revogação do Novo Ensino Médio. Não acreditamos que qualquer tentativa de *"reformar a reforma"* irá modificar este fracasso anunciado, como bem diz o título do documentário.

É um projeto de governo neoliberal, cujos princípios fundamentais são privatizar o ensino público e formar mão de obra barata para atender a ganância por lucros do empresariado, com isso excluir os filhos dos trabalhadores de concorrer ao ensino superior. Os tais itinerários formativos que prometem formar profissionalmente os alunos é um engodo, pode ser qualquer coisa, como os próprios alunos denunciam nas suas falas.

Outro desastre do NEM apontado por eles é o ENEM que diminui a chance dos alunos de escolas públicas competir em nível de igualdade, pois, ao ter no currículo a substituição ou redução do número de aulas de disciplinas básicas como Filosofia, História, Geografia, Sociologia, Química, Física… por itinerários formativos, privilegia os filhos da classe média/alta, alunos de escolas privadas que recebem ensino propedêutico e de qualidade.

Há mais de duas décadas, nós professores fazemos esta denúncia, especialmente nos seguidos governos estadual de São Paulo com o projeto neoliberal do PSDB, sucateando e privatizando o sistema de ensino, desde a precarização da carreira do professor e agora com esta reforma excludente só aumenta as desigualdades sociais.

Acreditamos ser este o mais cruel ataque à classe trabalhadora! Não podemos deixar que seja implementado! *Pela Revogação imediata* do NEM, por uma Nova BNCC e que os professores, através de assembleias organizadas por entidades de classe sejam ouvidos para a construção de uma Educação de qualidade, laica, pública, libertadora e emancipadora de fato.


Neuza Ap O Peres

Presidenta da APROFFIB.

285 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 Comments


naoperes
naoperes
May 22, 2023

Completando... Também somos contrários a Consulta Pública criada pelo MEC. É uma estratégia para esvaziar e conter o movimento pela Revogação do NEM, servirá apenas para legitimar medidas paliativas no sentido de revisar a reforma sem fazer mudanças substanciais.

Like
Chico Greter
Chico Greter
May 24, 2023
Replying to

Meu artigo publicado aqui neste site fala justamente disso: "Que consulta é essa?".

Like
bottom of page