top of page

Lançamento do livro: lutar é preciso"

Atualizado: 3 de mai.


Uma noite memorável***


Cerca de 100 pessoas passaram pela Apeoesp de SBC no lançamento do livro "Lutar é Preciso", biografia do Professor Aldo Santos, escrita pela jornalista Ana Valim, que vem se notabilizando como potente escritora dos movimentos e dos lutadores sociais, além de registros documentais e históricos.



Vários depoimentos, histórias vivas e narrativas de pessoas que acompanham há décadas a luta do migrante Aldo Santos.

Nasceu em Brejo Santo Ceará, migrante em vários territórios, camponês por vários anos e por circunstâncias adversas migra para o centro urbano, fugindo da miséria e da morte precoce.





Primeiro no Jardim Belval, depois para o Mandaqui na zona norte e fixa residência em São Bernardo do Campo.


Com muito esforço, conseguiu concluir várias faculdades com graduação, mestrado e doutorado em Psicanálise.


Exerceu a vereança por quatro legislatura, ganhou projeção como radical lutador social e filósofo dos pobres.


Um livro imperdível e é o espelho concreto da morte e vida da classe trabalhadora.


Adquira o livro na Apeoesp/sbc ou solicitar no contato privado. Faça boa leitura e reflexões classistas e caso queira, elabore uma resenha que publicaremos na segunda edição.



Comunicação Abcdaluta

27/04/2024


Pode solicitar o livro que será enviado pelo correio: wats 11-982505385


"Repercutindo o lançamento:



"Festa que ninguém contesta!!

Será logo mais em São Bernardo do Campo - SP.

ALDO SANTOS!!!

FOI, É E SERÁ IMPRESCINDÍVEL!!"


Trigal!!

Não intrigo!! Eu sei que há joio, mas há, aqui neste planetinha, muito trigo!!!

Olhe só que lavoura de trigo:

Jesus, Margarida Alves, Manoel Fiel Filho, Santos Dias, Chico Mendes, Doroty Stang, Mahatma Gandy, Nelson Mandela, Oscar Romero, Paulo Freire, Zumbi, Hannah Arendt, Aldo Santos, Aldo Leite, Waldemar Rossi, Leonardo Boff, Frei Betto...

De maneira que este "trem" balança, mas não cai!! Tem pilastras bem fincadas!! Puro concreto armado com ferro...

Ainda bem que tem!!" (Joaquim Neto Gino - Médico, Advogado e Filósofo)



"O imprescindível companheiro Aldo Santos foi buscar a exposição preparada pela companheira Lúcia , no Quilombo Meninos e Meninas de Rua.

Levou pra praça da Matriz em duas viagens.

Ficou muito legal a exposição na praça da Matriz. Um menino se aproximou da imprescindível companheira Lúcia e perguntou se o que estava escrito nos cavaletes era verdade. Após ela responder que sim ele disse:

- Então vou te ajudar!

Quando o companheiro e irmão do Fórum Antirracista de SBC, da Congada e Escola de Samba do Parque São Bernardo , Zé Neguinho e eu estávamos estendendo a bandeira da Palestina , dois homens levantaram só banco em que estavam sentados pra ajudar.

A cena que mais me marcou: uma gari ali parada por mais de 15 minutos , nos observando atentamente. Do lado de uma das obras feitas pela companheira Lúcia Skromov.

Essa carismática e GRACIOSA diretoria NEGRA , CABOCLA , cutista, do SINDSERV-SBC não nos deixou na mão. Ou melhor: na boca. Eles estavam com dificuldades pra arrumar um motorista pro carro de som. O companheiro e irmão, baiano de Itaberá, pedreiro, Fagner, colocou a bola no pé mesmo com outros compromissos pra cumprir nesse sábado. O SINDSERV-SBC com a sua carismática e GRACIOSA diretoria NEGRA, cabocla e o

Quilombo Projeto Meninos e Meninas de Rua acolheram muito generosamente o trabalho da imprescindível companheira e irmã Internacionalista Lúcia Skromov. Pra serem expostos hoje na histórica praça da Matriz. Esses 2 Quilombos do povo brasileiro e da Classe trabalhadora. ( Esses 2 Quilombos ! ) E o imprescindível Aldo Santos que há 21 anos atrás, na condição de vereador disse pra uma jornalista que se dirigiu a ele em tom acusatório em relação o mesmo ter usado o carro do seu mandato a serviço da luta dos trabalhadores Sem Tetos? Quem se lembra da resposta do vereador , professor filósofo da práxis?

" Sim! O carro do nosso mandato está a serviço da luta do povo do Afeganistão, do povo do Iraque, do povo palestino, do povo de Chiapas , do MST e da luta por moradia ! "



21 anos depois, e a véspera de completar 70 anos de idade : o carro de um professor de filosofia aposentado, novamente esteve a favor da luta do povo palestino.

E dessa vez sem o mandato . Sem o melhor mandato operário da história do ABC.

Estava sentado sentado em uma das escadaria da praça, ali desde cedo da manhã, um velho valoroso e imprescindível companheiro de Ribeirão Pires, professor de matemática e diretor de escola pública, aposentado, militante do PSTU e CSP-CONLUTAS se achegou junto de mim carinhosamente me passando 2 chocolates. Há 09 anos atrás estávamos juntos no Comitê Regional Unificado contra o aumento das passagens de ônibus e em um intenso apoio às ocupações dos estudantes secundaristas de Ribeirão Pires.



Onde juntos acampamos de madrugada durante semanas em frente uma escola ocupada, em Ribeirão Pires, localizada geograficamente em um local deserto e no fundo de um cemitério.

Fui deixar a imprescindível companheira Lúcia no ponto e trólebus. Subindo no trólebus comigo acompanhando e colocando carinhosamente uma das mãos no seu ombro , ela se vira e me diz :

- desculpe o meu stress, Carlito.




Eu então respondo pra essa pessoa generosa que conheci em 1999 na luta em solidariedade ao movimento zapatista de Chiapas; em 2002 nos Becos e Vielas do Jardim Ângela; e em 2004 na solidariedade ao povo do Haiti ; em em 2019 no Movimento defesa da Saúde

- Você eu dou todo o direito de se estressar. Você pode!

O povo palestino de Gaza agradece esses gestos , vínculos, compromissos, afetos, cuidado.

Eles estão precisando muito disso.

Carlos Wellington

ABC , 27 DE ABRIL

OUTONO DE 2024

SÁBADO"



" Parabéns meu pai, estamos orgulhosos de presenciar o lançamento da sua biografia escrita pela nossa querida Ana Valim. Depoimentos como do histórico Alberto de Sousa, que veio diretamente do estado da Bahia prestigiá-lo, perpassando por intelectuais, militantes e por estudantes periféricos do cursinho pré vestibular do qual vc organiza há muito tempo, deixou-nos uma importante reflexão sobre a saga daquele que lutou desde a sobrevivência como retirante na década de 50, até de pronto, fecundar-se numa vida dedicada ao amor à humanidade e contra as injustiças.



Hoje, aos 70 anos, com uma energia ideológica ilibada, tem forças, como por exemplo para ir à Brasília de ônibus semileito, num bate volta, para reunir-se com a cúpula do MEC para exigir/ cobrar a retomada do caráter crítico da filosofia nos EM e fundamental, ou mesmo, ajudar na organização de um comitê contra o genocídio do povo Palestino em Gaza.




Como disse o Alberto, você é a personificação da LUTA e da ANCESTRALIDADE, há quem negue, vc não, ao contrário, enaltece dentro do horizonte existencial. Eu tenho uma certeza nesta vida, enquanto viver e houver injustiça no mundo, haverá um Aldo SANTOS lutando!




Num dado momento da sua fala, expressou com pesar a ausência da vó e do vô por não presenciarem este feito, mas como diria o poeta na canção espelho: "Mas eu sei que lá no céu, o velho (e velha) tem vaidade e orgulho de seu filho ser igual seu pai (sua mãe)". Te amo

Aldo Santos Junior.





LEIA, COMPARTILHE AO MÁXIMO NAS REDES SOCIAIS E COMENTE NO ESPAÇO ABAIXO!

573 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page