Fazer a guerra é a prioridade dos políticos americanos.



Texto: Heba Ayyad.

O gráfico partilhado acima mostra a prioridade esmagadora das sucessivas administrações governamentais dos Estados Unidos, com a administração Trump não foi diferente muito menos sera com o outro fantoche, Biden que poderá substitui-lo caso vença o pleito... Ambos são nada menos que duas asas de um Único pássaro: o mercado financeiro rentista de rapina...


Suas guerras lhes geram lucros e Domínio global - a retorica da hegemonia...


Trump aumentou o orçamento de “Defesa” dos EUA em US $ 738 bilhões no aumento mais recente, somando-se a um orçamento já maior do que as próximas cinquenta nações combinadas em mais de US $ 200 bilhões...


Esse gasto não é apenas com armamento, mas também inclui todos os enormes custos de manutenção de mil e tantas bases militares, grandes e pequenas em todo o redor do mundo, e o custo de travar e manter todas as guerras de mudança de regime via golpes de estado pra furtar recursos naturais para seu império de parasitas do planeta Terra.


Perpetrar guerras tornou-se a prioridade de sucessivas administrações desde 11 de setembro e, mesmo antes disso, essa prioridade já era de longe a mais alta. Desde 11 de setembro, a operação de drones foi adicionada e agora a Space Corp.


Adicione a isso a expansão da agencia NSA, da CIA e de todas as outras entidades de inteligência e você começará a ver quão onipresente é a paranoia militarista e de vigilância das elites dos EUA.


Embora a infraestrutura nos EUA continue a estar desatualizada e caindo em abandono, itens totalmente inúteis em relação ao benefício direto para o povo americano são financiados ao máximo e muito mais, as taxas de pagamento estagnam e as principais cidades vêem um aumento contínuo no descontentamento do populacho faminto...mais de 45 milhões empobrecidos... Sendo 18 milhões de crianças subnutridas...


Demagogos como Trump e Biden podem ser esperados nos próximos anos à medida que esta situação continua.... Suas tentativas de trazer empregos do exterior fracassaram em grande parte e qualquer pequeno sucesso que ele teve será inevitavelmente revertido com o tempo.


Aqueles que ocupam as salas de diretoria de grandes corporações sempre olharão para os resultados financeiros antes de tudo e se puderem economizar no custo mais alto de todos, os salários dos trabalhadores, eles o farão... Para o empresario Americano time is money... Tempo é dinheiro...


Eles podem obter economias massivas mudando-se para o exterior e o farão assim que isso se tornar mais uma vez liberal e sem riscos.


À medida que os empregos desaparecem da economia normal, por meio da Covid-19 e os benefícios que as empresas podem encontrar ao entrar na Internet por meio da A.I. o mesmo movimento será visto nas forças armadas dos EUA.


O movimento em direção aos drones deu início a essa tendência, pois o uso de tropas e a invasão se tornaram muito caros. Essa tendência continuará com o uso de dispositivos robóticos e I.A. no campo de batalha, um campo de batalha com apenas um único agressor, um único predador chovendo fogo de uma posição de força intransponível de um exercito de drones...


Fazer a guerra é a prioridade dos políticos americanos. A historia prova isso com fatos e fotos...


Trump simplesmente tinha métodos alternativos aos seus predecessores.


Com Biden, a América retornará à sua tradição anterior com uma nova Guerra Fria, o que chamo de Guerra Fria Gelo.


Eu chamo isso em diferenciação da guerra anterior, entre o Ocidente e a União Soviética, onde continuou a haver diálogo entre os dois lados, apesar de suas divergências fundamentais.


Na Guerra Gelada, os EUA não buscarão diálogo, apenas farão demandas e ameaças. O mundo ficará permanentemente dividido em dois, com nenhum ou pouquíssimo contato entre eles, eles irão evoluir separadamente construindo suas próprias sociedades de acordo com suas próprias prioridades e armas casa vez mais letais...


Biden disse que pode aumentar os gastos com "Defesa" dos EUA. É quase certo que esse será o caso. Os gastos com suas forças e armamentos imperiais certamente aumentarão sob Biden, já que ele afirmou claramente que a agressão dos EUA contra a Rússia, China e todos os outros, como Venezuela, Cuba e outros, continuará (e sem dúvida aumentará para níveis cada vez maiores)...


A velha guarda neoconservadora da presidência de George W. Bush está agora mesmo sendo conduzida para a sala de guerra onde a Guerra Fria para dividir permanentemente nosso mundo em dois e, acontecerá se Biden vencer amanhã.


Os EUA não terão nenhuma mudança significativa para melhor depois que o resultado de amanhã for conhecido.


Quem quer que conquiste a prioridade das elites dos EUA permanecerá o mesmo, construirá a indústria da guerra, aumentará seu poder e enriquecerá todos os envolvidos ao fazê-lo, ao mesmo tempo em que coloca o resto do mundo em risco cada vez maior, ao mesmo tempo que o divide irrevogavelmente em dois extremos beligerantes e desumanos à beira de um Armageddon.


Heba Ayyad. Escritora, poeta e jornalista Palestina.

67 visualizações

@ 2020 ABC DA LUTA 

OS TEXTOS PUBLICADOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DOS AUTORES