Em São Bernardo as aulas presenciais não retornarão este ano?


Neste sábado, a apeoesp realizou importante assembleia estadual virtual para fazer o debate sobre a defesa da vida e se posicionar até mesmo através de uma greve contra o retorno presencial em plena pandemia. Foram discutidos outros temas como o Programa de Educação Integral, confisco salarial dos aposentados/as e a aprovação do PL 529/2020.


Em nossa cidade estamos fazendo a nossa parte, com carro de som nos bairros e no centro, fazendo a campanha pelo não retorno.


Em comunicado o Prefeito divulgou a seguinte nota, publicada pelo Facebook:

"Boa noite, pessoal! Nossa equipe da Saúde concluiu o inquérito epidemiológico que testou mais de 2 mil estudantes e profissionais da Educação. Tivemos um bom resultado, mostrando que menos de 1% dessas pessoas foi contaminada com o coronavírus. Isso mostra que nosso trabalho de prevenção deu certo e as crianças e professores permaneceram em casa, seguindo com as aulas a distância. O inquérito também concluiu que a maioria das crianças mora em casas com até 4 pessoas, muitas delas do grupo de risco, como seus pais e avós. Por isso, ouvindo a recomendação do nosso secretário da Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho, decidi que ainda não é hora de autorizar a volta às aulas presenciais. Isso é necessário para garantirmos a segurança das crianças, suas famílias e também dos profissionais da Educação. Olha só o que está acontecendo na Europa agora, com os casos voltando a aumentar. Não podemos correr esse risco em São Bernardo. Muita gente me pergunta se as aulas presenciais, vão voltar só no ano que vem. Não dá pra dizer isso ainda, pessoal. Vamos continuar analisando os números e ouvindo a ciência para tomar a decisão que melhor proteja a vida de todos. Sempre com muita responsabilidade e segurança. Peço que todos continuem se cuidando, usando máscara, lavando as mãos e mantendo o distanciamento social. O vírus ainda está circulando e todo cuidado é importante. Boa noite e que Deus continue protegendo todos vocês!”


Conforme aprovação em nossas instâncias, encaminhamos carta aos candidatos/a a prefeitura da cidade e solicitamos do prefeito a possibilidade de uma reunião para tratar deste assunto. Ainda estamos aguardando. Praticamente todos responderam se posicionando contra o retorno presencial às aulas antes da vacinação em massa.


Na nota do prefeito, os esclarecimentos estão vagos e esperamos que o decreto a ser publicado sobre esta temática possa esclarecer quais os próximos passos a serem dados em relação ao retorno ou não ainda este ano.


Conteúdos pedagógicos a gente recupera, vidas não!


Coordenação da Subsede da apeoespsbc.

72 visualizações

@ 2020 ABC DA LUTA 

OS TEXTOS PUBLICADOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DOS AUTORES