top of page

Dentro de mim, as oliveiras choram...


Heba Ayyad ***



"Não me culpe se meu coração parar por momentos,

Eu sou uma mulher que não possui nada além de palavras e algumas lágrimas,

E um jogo chamado vida, cuja voz está cheia de suspiros,

As memórias o traíram, fazendo-o acreditar que era livre e sem limites de distância,

Não me culpe se meu coração parar por momentos,

E libertar as batidas,

E criar uma história chamada sacrifícios,

E um poema imaginário de versos e estrofes,

Em mim, um sentimento que morre, um terremoto sem repercussões,

Dentro de mim, as oliveiras choram,

Colhendo sonhos e desejos,

Apagando o passado e as lembranças,

Fazendo-me uma estrela fugitiva das noites e das tardes,

Há uma pátria que me persegue, seguindo as trilhas das melodias,

E um pouco do que me sufocava, com o fumo do silêncio e das palavras."


Heba Ayyad

Jornalista internacional

Escritora Palestina Brasileira

Poetisa

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page