top of page

Como posso prender aquele passarinho...


Heba Ayyad***


Tremo ao conversar contigo, como se fosse uma quebradora de ondas na costa, sacudida pelas ondas que se quebram sobre o meu corpo. Ondas de desejo, saudade e amor se despedaçam ao alcançar as praias da desilusão, onde só me resta a paciência e o domínio sobre elas. Lanço-me em tua direção com avidez, querendo tocar-te através das minhas palavras, abraçar-te com minhas expressões e acolher-te com meus sussurros. Mas então recuo, envolvendo-me no silêncio por momentos, talvez para resgatar alguma compostura, talvez por temor de te intimidar, mesmo que frigidamente. Assumo um olhar estrangeiro e pronuncio palavras que não correspondem ao desejo do meu coração de te dizer. Tenho pena de mim mesma, ninguém vê o brilho dos meus olhos, suas lágrimas e a tremulação do meu coração ansiando. Como posso prender aquele passarinho quase voando até ti entre as grades da gaiola?

@ Heba Ayyad - Jornalista, escritora e poeta Palestina.

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page