ATAQUE IMINENTE DA COLÔMBIA CONTRA A VENEZUELA?


Por: Heba Ayyad.

Planos estão se formando para um ataque ainda maior do que a Operação Gideon.

O Presidente da República, Nicolás Maduro, acusou na quarta-feira o presidente colombiano Iván Duque de ter feito um pacto com Trump para realizar um ataque à Venezuela antes das eleições norte-americanas, afirmou no âmbito da conferência de imprensa internacional no que participou de mais de 20 agências e meios de comunicação em todo o mundo.

“No norte de Santander, em Cali, em Antioquia e na fronteira com La Guajira existem quatro acampamentos da ordem de 1.000 mercenários, entre paramilitares colombianos, mercenários venezuelanos e outros criminosos que foram capturados ...

Porque Duque prometeu (Donald ) Trump que ele estava fazendo algo contra a Venezuela antes das eleições, mas aqui na Venezuela há uma Força Armada Nacional Bolivariana implantada, com inteligência, patrulha, preparada para defender este território sagrado. Há um Poder Popular e uma Milícia Bolivariana cuidando de cada centímetro dessa terra ”, destacou.

O presidente fez uma reflexão sobre as contas que a opinião pública colombiana deve exigir de Duque para continuar financiando a conspiração contra a Venezuela.

“Esperamos que surja uma opinião pública poderosa que impeça Iván Duque de continuar a armar grupos de mercenários e paramilitares para iniciar uma guerra contra nosso país.

A Colômbia deve se perguntar o que eles fizeram com todas as provas físicas, testemunhos e coordenadas que apresentamos para impedir a Operação Gideon. O que a Colômbia fez? apoiar esses grupos, dar-lhes mais armas e dinheiro ", disse Maduro.

O presidente informou ainda que há dois dias dois estrangeiros foram capturados no estado de Zulia com planos de assassinar alguns líderes da Revolução.

Heba Ayyad. Escritora e poeta e jornalista Palestina.

86 visualizações

@ 2020 ABC DA LUTA 

OS TEXTOS PUBLICADOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DOS AUTORES