top of page

Ética e religião neste chão nesta primeira metade do século XXI


Joaquim de Gino Netto!! ***


Sobre a gritaria, reclamação das lideranças religiosas evangélicas neopentecostais acerca da perda da isenção tributária manifestada recentemente pela Receita Federal sob recomendação do TCU - Tribunal de Contas da União.


Foi só a Receita Federal manifestar acerca da perda da isenção tributária ofertada para fins eleitorais pelo ex-presidente à véspera do pleito de 22, a cúpula das Igrejas neopentecostais partiu pra cima do Executivo alegando perseguição religiosa...


Foi como mexer numa caixa de marimbondo!!


Se atentássemos mais a Ética e menos à Estética, para que e por que, então, entrar o Jurídico neste mesmo diapasão?!?


Esta questão da desoneração...


Há divisão de classe manifesta nas Igrejas, sobretudo, nas igrejas evangélicas neopentecostais. Há os capitalistas, os pastores, dirigentes, que exploram, covardemente, o trabalho dos "obreiros/as" na ponta destas instituições. Estes trabalhadores/as não têm, em nome de "sei-la'-o-quê" seus constitucionais direitos trabalhistas : INSS,... garantidos!!!


Nas ordens religiosas (as Congregações) há o voto de pobreza: total desapego a quaisquer bens materiais, seculares, temporais. Neste caso há um vínculo de amor ágape (muitas vezes incompreendido) entre a Congregação, mas e sobretudo, à proposta de JESUS!! Aqui, quem sabe!, seja a única exceção plausível no tange a esta questão em discussão. Vínculo de amor (ágape) não se confunde, deveras, com vinculo empregatício, contrato sinalagmático. Ponto e pronto!!


Convivi com padres religiosos que por este planetinha azul passou e sequer um par de sandálias comprou em toda sua vida!!


Chamou-me atenção o fato de a reclamação proceder de líderes (pastores) religiosos do chamado neopentecostalismo, igrejas neopentecostais.


Acerca do neopentecostalismo é importante esclarecer: Emergiu na América Latina a partir da década de 60 do século XX com ajuda manifesta da Central de Inteligência dos EUA (CIA) e por quê?!?


- Revolução Cubana,

- Teologia da Libertação praticada pela Igreja Católica Apostólica Romana: Medelin, Puebla...


A Cia temia uma cubanização da América Latina (socialismo) e investiu dólar (muitos dólares) para erguerem muitas igrejas cristãs. Apostou a CIA na divisão do rebanho cristão. E, como se vê, conseguiu. Quem disse que o capeta não tem força?!?


Importante!! Aqui exibo fato histórico, contextualizo. Não estou aqui fazendo apologia da Igreja Católica Apostólica Romana!! Não!! Pelo contrário: Na incipiência do Cristianismo também ocorreu a intervenção do Estado (Império Romano) com anuência das autoridades eclesiásticas . O Concilio de Niceia, no século IV, foi convocado pelo Imperador Romano Constantino I e o papa Silvestre I, a meu juízo, desvirtuou, casuísticamente a proposta de JESUS!! Foi, assim, um desserviço à implementação do Reino de Amor e paz aqui mesmo na Terra, proposto por JESUS!!


Não a isenção tributária a pastores, pastoras, pois fere o bom senso e a Constituição da República Federativa do Brasil!!!


Ah!! Mas, trará prejuízo político-eleitoral ao governo face à força destas Igrejas Neopentecostais!! Paciência!! A verdade liberta!!


Se os fiéis evangélicos pagam impostos, por que os pastores (verdadeiros patrões, empregadores) reivindicam esta isenção?!?


Muito "Blá-blá-blá" destes capitalistas pastores: Silas Malafaia, Edir Macedo, Valdomiro Santiago, R.R. Soares...!! Falam muito!! Pregam muito, mas "vivem" pouco o projeto de JESUS. Religião como negócio, mercadoria... Preocupam-se mais com conta bancária, estética, do que a ética, classicamente falando...


Ademais, é sempre bom lembrar o que JESUS disse, quando indagado acerca de impostos:


"Dê a César o que é de César e a Deus o que de Deus"!!



Então!! Está dado, o meu recado sucinto!! É o que sinto!!




Joaquim de Gino Netto - Filósofo, Advogado e Médico.

310 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


naoperes
naoperes
Jan 22

Perfeito! 👏🏽

Não sou dada ao conhecimento bíblico, mas lembro outra passagem...

"Mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha, que um rico entrar nos reinos dos céus".

Pode estar errada a descrição da passagem, mas não o conteúdo!

Like
bottom of page