top of page

É bem da critica sartriana...


Helio Rios***



É bem da critica sartriana esse lance de transferir para deus, história ou seja lá o que for a nossa responsabilidade de emitir juízo de valor. Frases como "quem somos nós para julgar?" "Ele vai responder para Deus", são muito comuns qdo. morrem personalidades que, DE FATO, cometeram crimes contra a humanidade ou que apoiaram os que cometeram esses crimes. Pelé, que não tem heterônimo de Edson, são os mesmos, rejeitou a filha, apoiou um regime que torturou e matou várias pessoas, foi

Ministro de um governo neoliberal, garoto propaganda de vários políticos conservadores, como Maluf e negou haver racismo Brasil. Isso é sério, pois abençoados ficaram aqueles que deveriam ser amaldiçoados, no sentido mais etimológico do termo. Desse modo, prestamos homenagens por meio de estátuas e logradouros aos bandeirantes, genocidas, militares e civis golpistas e, talvez em consequência disso, esquecemos das pessoas que deveriam ser nossos ícones, Marighella, Zumbi, Dandara, Paulo Freire Marielle e tantos que tombaram contra tudo aquilo que é apoiado pelos que são homenageados. Não terceirizamos a responsabilidade de julgar, nós somos a história!




Helio Rios, professor de Filosofia e Ciências Políticas do IFSP, teólogo e sindicalista

207 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page